04/03/2022 - Economia e Finanças

Democratizar as finanças

Por Horacio Gustavo Ammaturo

Democratizar as finanças

Há alguns meses, publiquei um artigo em que analisava os diferentes critérios utilizados, durante os anos, para avaliar uma empresa, com especial atenção aos ativos cotados nas bolsas de comércio do mundo.

Nessa oportunidade, percorremos das primitivas valorizações contabilísticas em função do patrimônio líquido, passando pelo ebitda comprovado, para logo acimar ao ebitda projetado e finalmente, como ocorre nesses tempos, ao critério que denominamos Faith Value.

Como surge de sua própria definição, a fé é uma convicção que não deve ser testada, essa é a condição.

Talvez esta seja a explicação de muitas das cotações das ações nos nossos dias, principalmente as associadas à tecnologia e à pesquisa e desenvolvimento em geral.

Tal como o mesias recorria Galileia difundindo sua mensagem para despertar a fé naqueles homens, hoje abundam enviados divinos que espalham suas mensagens pelo espaço infinito da web. Celebrities, influenciadores, community managers, jornalistas digitais, profissionais com títulos duvidosos ou simplesmente comentaristas que se animam a se expressar a partir de informações, pensamentos, chismes ou desejos sem importar sua fonte ou veracidade, apenas para pescar fiéis que sigam sem pensar suas sugestões.

Sem espírito de julgar as partes deste esquema, vale considerar que todos somos donos da realidade que nos criamos e acreditamos, ou seja, não há uma única realidade, tudo depende do que lugar e com que prisma se observa.

Provavelmente se eu vos nombro Jaime Rogonzinski muito poucas pessoas souberem quem é, o mesmo poderia acontecer com a rede social Reddit, da qual poucas pessoas no nosso país têm conhecimento.

O Reddit é um meio digital, tipo web, onde as pessoas abrem fóruns de discussão, podendo subir todo o tipo de arquivo. A particularidade desta plataforma de serviço de distribuição de dados é que os concorrentes podem votar a favor ou contra a opinião de quem fornece as informações.

Há 9 anos, Rogonzinski, registrou na rede do Reddit um espaço sob o nome “WallStreetBets”, com o objetivo de que seus assinantes vuelquem experiências e expectativas sobre o mercado de valores de New York. Atualmente, esse espaço conta com mais de 3 milhões de seguidores que normalmente concorrem para ler sobre as conquistas e fracassos de seus membros.

É habitual nos mercados financeiros, tal como na selva, que as fraquezas de uma empresa no primeiro caso ou de uma espécie animal no segundo, sejam aproveitadas como oportunidades para tirar vantagem da situação.

No reino animal, um predador come o fraco, no mundo das ações os especuladores jogam contra o preço da ação dessa empresa.

Talvez esta semana tenha ocorrido um novo marco na história dos investimentos em ações de cotação pública.

GameStop, cujo ticker na bolsa de New York é GME, é uma empresa que se dedica à compra, venda e troca de jogos e consoles para jogos entre outros produtos, como brinquedos, cartas ou acessórios.

As novas modalidades de compra de jogos online, tanto em programas de PC como nos consoles mais modernos têm forçado a empresa a reestruturar-se. O Covid 19 também foi um golpe muito duro, pois os centros comerciais onde possui a maioria dos pontos de venda viram muito diminuída sua concorrente, ambas as circunstâncias combinadas provocaram uma queda de mais de 25% nas suas vendas.

Grandes jogadores saíram caçar a presa ferida, vendendo ações a futuro, o que na seringa se denomina “shortear” apostando em uma inevitável depreciação do valor da empresa. Uma operação, quase segura, contra as condições adversas da empresa.

Mas não foi assim.

Em 22 de janeiro do corrente ano, logo antes dos vencimentos das operações de venda a futuro (shorts) das ações de GameStop membros da comunidade WallStreetBets, da rede Reddit, colocaram a possibilidade de realizar uma manobra denominada “short squeeze”, que traduzido para a nossa língua seria algo assim como um aperto.

A operatória consiste em comprar ações em um volume suficiente para que o preço se sustentasse ou até suba. Diante desta situação os apostadores à baixa devem sair a comprar os títulos para cumprir os compromissos de entrega que assumiram quando venderam a futuro, gerando maior demanda e, consequentemente, contribuindo para novas subas nas cotações.

O aparente David tinha vencido Goliat.

Um grupo de seguidores de um blog tinha feito perder fortunas a avezados jogadores dos mercados, tirando do buche um seguro bocado, além de ter somado mais de dois milhões de novos membros a esse grupo em dois dias.

Para além do fim desta história, haverá um antes e um depois nas operações de risco apalancadas e a prazo como as descritas.

O poder de convocação das redes sociais definem novas formas organizacionais tanto no social como no econômico.

As acções coordenadas de milhões de pessoas colocam novos cenários onde o poder do povo tem maior interferência.

Desde os coletes amarelos na França até à comunidade de WallStreetBets, as pessoas se vinculam a traves da virtualidade das redes produzindo fenômenos nas realidades materiais da rua.

É provável que o papel dos administradores, consultores ou até mesmo nossos governantes se limitem apenas a consultar o resultado das pesquisas online sobre que caminho tomar ou em que ativo investir.

Nunca antes o povo teve as ferramentas que hoje tem para se manifestar e exercer seu poder, sem delegar.

É possível que o establishment apresente uma batalha perdida. Acrescentando regulamentos para quando os grandes perdem frente aos pequenos organizados ou bloqueando operações punindo aqueles que osem sair do esquema, porém já é tarde. A Internet abriu a caixa de Pandora para aqueles que não se atualizam e se adaptam às novas realidades.

O Prémio Nobel da Economia de 2.013, Professor Robert Shiller, anticipou em 2.000 o colapso da sobrevalorização das empresas denominadas “.com” e, em seguida, em 2.009, produz um trabalho chamado “The Subprime Solution” no qual analisa as causas que levaram à crise imobiliária nos Estados Unidos e propõe ferramentas para evitar o que denomina a “psicologia da bolha”.

Hoje nos alerta sobre a importância que a narrativa tem na economia dos nossos dias, levando-o a expressar que “No século XXI, com toda a tecnologia da informação e das redes sociais, parece muito mais fácil e rápida a disseminação de histórias parcialmente certas ou diretamente falsas. Não parece por acaso, lembra que “post-truth” (post verdade) fosse escolhida como a palavra internacional do ano pelo Dicionário Oxford.”, colocando ênfase na importância que tem identificar os discursos que podem se tornar virais e por se tornarem influentes à hora da tomada de todos os tipos de decisões para encontrar a origem das flutuações económicas.

Tal como na política, as decisões tomadas de forma democrática não garantem que sejam as melhores, mas sim as mais aceitas.

É comum ouvir que a democracia é a melhor forma de governo que o homem ensaiou desde as suas origens, será também a melhor forma de gestão para os ativos especulativos?

Deseja validar este artigo?

Ao validar, você está certificando que a informação publicada está correta, nos ajudando a combater a desinformação.

Validado por 0 usuários
horacio gustavo ammaturo

Horacio Gustavo Ammaturo

Chamo-me Gustavo Ammaturo. Sou licenciado em Economia. CEO e Diretor de empresas de infraestrutura, energia e telecomunicações. Fundador e mentor de empresas de Fintech, DeFi e desenvolvimento de software. Designer de produtos Blockchain.

Twitter Linkedin

Visualizações: 0

Comentários