25/10/2022 - Entretenimento e Bem-estar

Como salvar um vinho corretamente?

Por leandro germain

Como salvar um vinho corretamente?

Os três componentes mais importantes do vinho para que possamos guardar por muitos anos são: a acidez, os taninos e o seu álcool.

A posição para guardar uma garrafa de vinho é para trás com o líquido em contato com o corcho, pois isso mantém a umidade interior do corcho. Também é necessário que haja uma umidade controlada na cava para que o corcho não se reseque.

Deve ter-se em conta que uma boa umidade exterior que permite uma correta micro-oxigenação do vinho.

Qual é a temperatura de guarda?

Temos de considerar que todos os vinhos se guardam à mesma temperatura, não importa qual é.A temperatura ideal é entre 14 e 16 graus, e não tem que haver variações de temperatura. No caso dos vinhos brancos, é preferível mantê-los entre 12 e 16 graus.

Todos os vinhos com corcho natural devem estar em posição de estiba (acostadas com uma pequena inclinação). Em vez disso, os vinhos com tampa de rosca devem estar parados, e os espumosos posição de estiba.

A umidade relativa entre 65 e 75% é a ideal se tem uma escavanha. E se a cava é subterrânea se faz sozinho. Se não, também costumam usar ar condicionado, humidificadores, rociar com água, areia molhada, se a cava for muito grande.

É muito importante a ausência total de vibrações, a boa circulação de ar e também a ausência de luz direta.

O que é considerado como más condições de guarda?

  • El excesso de vibração causa fadiga do vinho.
  • Las altas temperaturas podem provocar: maturação precoce, alteração da cor.
  • Las baixas temperaturas Muitas vezes causam: depósitos tartáricos, paralização da evolução.
  • La falta de ventilação gera presença de maus cheiros.

Continue lendo:

Deseja validar este artigo?

Ao validar, você está certificando que a informação publicada está correta, nos ajudando a combater a desinformação.

Validado por 0 usuários
leandro germain

leandro germain

<div dir="auto">Olá me chamo Leandro, estude a carreira de Gastronmia no IAG e também a corrida de sommellerie. Dedico-me atualmente ao mundo dos vinhos, onde tenho a minha própria marca, a qual se chama "finca os deuses", e por outro lado também trabalho na área da saúde, vendendo insumos médicos. Ojala é útil o que pode ir publicando sobre o mundo gastro em geral. saúde!!</div>

Visualizações: 4

Comentários