23/08/2023 - Entretenimento e Bem-estar

Speak Now

Por milagros orcellet

Imagen de portada
Imagen de portada
Imagen de portada
Imagen de portada

Há cerca de 15 anos, um intrigante segmento chamado "Dj Toon" Interrompia várias vezes por dia a programação de "Cartoon Network". Ali se emitiam vídeos musicais populares da época tanto nacionais quanto internações . "Read my Mind" The killers "Learn to fly" de Foo Fighterse "Microdancing" dos Babasonicos eram apenas alguns dos que repetiam.

Dentro deste sub-mundo, havia dois vídeos em particular que esperava ansiosa que voltem a aparecer no ecrã. Não superavam por muito os três minutos, mas sua trama era tão intensa que poderiam ter sido filmes inteiras. Trágicamente nunca conseguia escrever o nome das músicas nem quem era sua interpretação. Hoje sei que esses dois vídeos eram "You belong with me" e "Mine".Essa foi a minha primeira aproximação com Taylor Swift. Já desde esse momento, com esses vídeos como referência, podia-se ver o público que se dirigia: meninas e jovens como ela mesma.

Historicamente, o valor do público feminino tem sido subestimado, desprezado, julgado, e considerado sinônimo de superficialidade apesar de ser precisamente este público que descobriu e deu vida aos projetos mais bem-sucedidos desde The Beatles até Sandro. Taylor Swift, pelo contrário, abre os braços a este público tantos anos desprestigiado e escreve seus mais de dez álbuns baseados na experiência feminina de transitar até as situações mais cotidianas.

"Ela escreveu canções desde o lugar em que encontrava. Sua música mudou de gênero da mesma maneira que o faz a vida, da mesma maneira que ter 16 anos é totalmente incomparável a ter 18, 22, 25, 28." Expressão Phoebe Bridgers

'Speak Now': Um capítulo dentro da complexa narrativa de Taylor Swift

Em 2010 Taylor Swift lança seu terceiro álbum de estúdio, "Speak Now". Com o conceito de “ter uma oportunidade de dizer tudo o que queria dizer”, este é seu primeiro álbum escrito completamente por ela mesma . Ali se coloca em uma posição de vulnerabilidade ao capturar com uma grande autoconsciência sentimentos e momentos precisos de sua própria história, mostrando capacidade para desenvolvê-los em uma, três, ou se assim quisesse 10 canções.

Estas canções são compostas de palavras que não disse quando o momento estava justo diante de mim. Estas músicas são letras abertas. Cada um está escrito com uma pessoa específica em mente, dizendo o que queria dizer em pessoa. Para a bela criança cujo coração rompi em dezembro. Meu primeiro amor que nunca pensei que seria meu primeiro desamor. A minha banda. Um homem ruim que costumava ter medo. Para alguém que fez o meu mundo muito escuro por um tempo. Uma garota que me roubou algo. Alguém lhe perdoo pelo que disse em frente ao mundo inteiro.
Sendo o disco que lhe dá projeção internacional, "Speak Now" É o último que transita apegada às suas raízes "Country". Enquanto vive as experiências que plasmara "Red" ,fantasea com grandes giras, prêmios e transcender como estrela pop. Para este último, contactar-se com o super produtor Max Martin, alcançando um mercado mais mainstream através dos singles "I knew you were Trouble", "22" e "We are never ever getting back together". Assim, a menina que em "Mean" que sonhava viver em uma grande cidade alguns anos depois abrirá seu álbum "1989" com "Welcome to New York".

[caption id="attachment_ 10783" align="aligncenter" width="562"]Taylor Swift / Speak Now Tour TAYLOR SWIFT / SPEAK NOW TOUR[/caption]

Se foi lançado em 2010, por que de novo?

É comum que, com a passagem dos anos, se tente replicar o sucesso comercial de uma fórmula através de diversas estratégias de marketing como reedições, coletas, giras aniversário e outros tantos formatos que permitam expressá-la economicamente. No entanto, a história de "Taylor's Version" está longe desta prática.

Em junho de 2019, os maisteres de seus primeiros seis álbuns de estúdio foram adquiridos por Scooter Braun como parte de sua aquisição de Big Machine Records. Taylor declarou que estava tentando comprar os maisteres durante anos, mas Big Machine havia rejeitado suas tentativas. No momento da compra, o catálogo de Taylor Swfit constituía cerca de 80% das receitas da gravadora segundo Variety.Assim, em uma transação tão banal Taylor havia perdido o direito sobre mais de 10 anos de sua própria história. Um homem compro seus medos aos 15, seus sonhos aos 18, suas experiências os 22, e suas ideias aos 27. Como se a compra não fosse suficiente, foi impedida a interpretação de SUS canções nos AMA 2019 e de usar este material para seu documentário "Miss Americana" em 2020.

De 'Speak Now' a 'Speak Now (Taylor's Version)'

Mas como uma tentativa de justiça simbólica que para fins comerciais, em abril de 2021 Taylor lançou "Fearless (Taylor's Version)". Com muito pouca promoção, provavelmente esperava que sua iniciativa seja seguida apenas por um nicho de devotos, mas a realidade foi muito diferente:

"O "Fearless"original situava-se no número 157 na listaBillboard 200 dos EUA antes do impacto de "Fearless (Taylor's Version)", depois do que a gravação original caiu 19 % em vendas e caiu da lista por completo, enquanto a regravação subiu ao número um." Anuncia inesperadamente a revista Billboard
Nesta busca por recuperar o controle de sua música, seu legado e sua própria história, cada lançamento é um acontecimento. Seguindo "Fearless" Em novembro de 2021 lançou "Red (Taylor's Version)", regrabação do seu álbum "Rede".Esta decisão não só mudou seu próprio destino, se não toda a indústria musical atraindo para debate os termos da propriedade intelectual. Ao tomar a decisão de regrabar, resignifica o que poderia ser o fato mais trágico de sua carreira em uma oportunidade. Agora os top 10 se completam apenas com seu nome em uma mistura de novos álbuns e regravações enquanto alcança um público mais jovem que pode não ter vivido os lançamentos originais .

Sua última regravação, "Speak Now (Taylor's Version)" Soma-se a suas outras duas regravações e os outros 4 discos que ele tirou em paralelo. O mesmo contém as regravações das 16 canções originais e 6 canções inéditas From the Vaultque não foram incluídas na versão de 2010.

Enquanto celebramos o lançamento de "Speak Now (Taylor's Version)", esperamos em nosso país 9,10 e 11 de novembro com "The Eras Tour".

BETH GARRABRANT / REPUBLIC RECORDSBETH GARRABRANT / REPUBLIC RECORDS

Deseja validar este artigo?

Ao validar, você está certificando que a informação publicada está correta, nos ajudando a combater a desinformação.

Validado por 0 usuários
milagros orcellet

milagros orcellet

Olá! Meu nome é Milagros Orcellet, estudante de Arquitetura, Design e Urbanismo. Escrevi sobre moda, música e design, minhas áreas de maior interesse e conhecimento. Eu gosto de me considerar baixista amador. Podem encontrar meus artigos na seção de "Entretenimento e bem-estar".

Visualizações: 6

Comentários