25/02/2023 - Política e Sociedade

Mais casos é = a mais justiça... Ou isso parece.

Por Mariano Margarit

Mais casos é = a mais justiça... Ou isso parece.

Duas vidas inocentes perderam-se da maneira mais brutal possível.

Cada caso é diferente, mas havia uma semelhança: eram meninos e menores. Eles sobreviveram antes de sua morte.

Finalmente as condenações chegaram. Lucio Dupuy e Fernando Baez Sosa podem ter um pouco mais.

Os réus, réus, processados e processados... Já foram condenados.

Perpetua realmente? O tempo dirá. Os familiares lutarão por isso e mais também.

A pergunta a fazer é o seguinte... Como é que se chega a matar desta forma?

Há uma grande questão de fundo: não é a empatia, mas sim a falta da mesma e a sua má utilização.

O que pode ser feito para evitar isso? Várias opções são possíveis, mas há uma questão fundamental: a contemplação das leis (seia em assuntos de gênero, como em assuntos de rua e ainda mais).

Muitos dizem que a educação é importante... Mas que tipo de educação receberam estas pessoas? Os rugbiers por um lado, o casal lésbica por outro... E os advogados envolvidos na tomada de decisão. Afinal, o legal é muitas vezes injusto, e - paradoxalmente - o ilegal é muitas vezes algo justo. O que a Justiça faz nesse caso? Desprender-se de tudo isso porque ninguém é Deus para impor um absoluto, e é por isso que continuarão existindo casos como esses a não ser que se revise até o último detalhe

Assim como aconteceu na Europa da Post Segunda Guerra Mundial para que tudo isso não se repita; mas nesse caso foram milhões, se o que importa são os números e estatísticas então... Haverá que esperar mais mortes nesse caso para prevenir mais crimes semelhantes? Talvez a vida nossa não valga demais como parece.

Deseja validar este artigo?

Ao validar, você está certificando que a informação publicada está correta, nos ajudando a combater a desinformação.

Validado por 0 usuários
mariano margarit

Mariano Margarit

Olá, meu nome é Mariano, graduei-me das corridas de Ciência Política e Relações Internacionais. Esses estudos excitantes me serviram para me concentrar na meticulosa análise do contexto político, social e econômico a nível nacional e internacional. Quero dar sempre a minha melhor resposta de acordo com cada pessoa, momento e lugar. Enriquecmendo-me com cada situação, aprendendo em cada contexto, e dando a minha melhor atenção àqueles que colocam sua confiança em mim. Conto com diferentes experiências em diferentes áreas que fui desenvolvendo ao longo da minha vida. Aspiro a contribuir para o progresso da área em que seja funcional para que este cada dia se fortalhe mais, fazendo valer a responsabilidade e confiança depositada em mim.

Visualizações: 3

Comentários