04/09/2023 - Tecnologia e Inovação

Entrando na era Post Smartphone

Por Nicolas Cuello

Imagen de portada
Imagen de portada

A era pós-smartphone poderia apresentar uma série de mudanças significativas na forma como interagimos com a tecnologia e nos comunicamos na vida cotidiana. O rápido avanço tecnológico levou a uma época em que o mundo digital evolui para além dos smartphones que têm sido parte integrante das nossas vidas durante décadas. Nesta nova era, presenciamos uma transformação profunda na maneira como interagimos com a tecnologia e como esta se integra no nosso dia a dia. Os factores-chave que impulsionam esta revolução tecnológica baseiam-se na convergência de várias tendências e desenvolvimentos tecnológicos que têm vindo a ganhar força nos últimos anos.

Fatores Chave:

Wearable Technology e a Internet das Coisas (IoT): Os dispositivos portáteis e a interconexão de objetos cotidianos através da Internet das Coisas tornaram-se cada vez mais omnipresentes. Desde relógios inteligentes e óculos de realidade aumentada até eletrodomésticos conectados, esses dispositivos oferecem novas formas de interagir com a tecnologia sem depender exclusivamente de um smartphone.Realidade Aumentada (RA) e Realidade Virtual (RV): A RA e a RV encontraram aplicações práticas em diversos campos, desde o entretenimento até à educação e ao trabalho. Estas tecnologias fornecem uma experiência imersiva e transcendem o ecrã do smartphone, oferecendo novas formas de visualizar e manipular informações digitais.Inteligência Artificial (IA) e Assistentes Virtuales: Os avanços na IA têm dado lugar a assistentes virtuais mais sofisticados e personalizados. Estes assistentes não só realizam tarefas cotidianas, mas também podem antecipar nossas necessidades e fornecer interações mais naturais e conversacionais, o que reduz a necessidade de depender constantemente do smartphone.Interface Cerebro-Computadora: Embora ainda esteja em estágios iniciais, a pesquisa em interfaces cérebro-computador promete permitir uma comunicação direta entre o cérebro humano e a tecnologia. Isso poderia levar a uma interação ainda mais fluida e sem dispositivos físicos, mudando a forma como acessamos e processamos a informação.Mudanças culturais e sociais: A geração mais jovem, nativa digital, tem uma relação mais intrínseca com a tecnologia e cresceu com uma ampla gama de dispositivos digitais. Sua influência na sociedade poderia acelerar a adoção de tecnologias emergentes e a criação de novas formas de comunicação e entretenimento.Na era pós-smartphone, a tecnologia vai se integrar mais orgânicamente em nossas vidas, fornecendo uma experiência mais imersiva e personalizada. No entanto, também surgirão desafios, como a privacidade e a segurança de dados, que devem ser abordados com responsabilidade para garantir um futuro tecnológico equitativo e sustentável. À medida que esta nova era se desenvolve, será emocionante testemunhar como a tecnologia continua a transformar a nossa sociedade e a forma como nos ligamos ao mundo que nos rodeia.

Deseja validar este artigo?

Ao validar, você está certificando que a informação publicada está correta, nos ajudando a combater a desinformação.

Validado por 0 usuários
nicolas cuello

Nicolas Cuello

CEO & Fundador de LUCODS. Especialista em novas tecnologias, com mais de 10 anos no ecossistema inovador, consultor de empresas privadas, vinculador tecnológico, palestrante em eventos sobre tecnologia como ser Virtuality, Smart Cities, Bafici, entre outros. Assessor do INTI em temas relacionados à Realidade Virtual, Realidade Aumentada. Membro do METAVERSE STANDARD FORUM. Professor em IMAGE CAMPUS do trajeto METAVERSO.

Linkedin

Visualizações: 1

Comentários