24/02/2023 - Tecnologia e Inovação

A importância das emoções no marketing digital: Como conectar com seu público de maneira efetiva

Por Tomas Hidalgo Vargas

Imagen de portada
Imagen de portada

Introdução

No mundo digital, as emoções são o centro de tudo. Você precisa entender o estado emocional de sua audiência para ter sucesso no marketing. Se você pode se conectar com as pessoas e fazer com que se sintam positivos, você tem uma boa oportunidade de conseguir que atuem.

Conheça as necessidades do seu público para criar conteúdo emocional que ligue com eles.

Segmentação da audiência alvo: Não é suficiente conhecer as características gerais de uma audiência alvo; você precisa entender como se sentem sobre sua situação, que os motiva e quais são seus pontos fracos. Por exemplo, se você estiver dirigindo a estudantes universitários, há muitos tipos diferentes de estudantes com diferentes opiniões sobre certos temas (por exemplo, política). Uma boa maneira de determinar esta informação é através da realização de pesquisas ou grupos de discussão com membros do seu mercado objetivo antes de desenvolver qualquer campanha de marketing.

Falta de sensibilidade no marketing digital: A maioria dos profissionais de marketing tentam muito no momento de criar anúncios "emocionais" online porque pensam que ser divertidos ou criativos ganhará os consumidores, mas nem sempre funciona dessa maneira. Se um anúncio não for suficientemente relevante para alguém que o vê online, então não se envolverá em absoluto, o que significa que não haverá conversões de vendas ou geração de clientes potenciais a partir desses esforços.

Falta de sensibilidade no marketing digital.

Num mundo digital, estamos constantemente bombardeados com informação e mensagens. É fácil perder de vista o que é importante e deixar-se levar pelo barulho. O melhor marketing sempre se concentra em entender a audiência e o que precisam, e isso significa ser sensível às suas emoções.

No entanto, muitas marcas ainda não o fazem bem: fazem suposições sobre os sentimentos de seus clientes ou tentam demais fazer-lhes sentir algo específico (como felicidade). Isso pode ter consequências negativas porque pode parecer pouco autêntico ou mesmo manipulador se for feito mal.

Como podemos mudar isto?

Para mudar isso, temos de mudar a forma como abordamos o marketing digital. Precisamos ser mais empáticos para nossa audiência e usar conteúdo emocional que ressustem com eles. Isso significa usar a emoção na redação (as palavras no seu site), o design (as imagens e gráficos utilizados no seu site), a produção de vídeo (os vídeos criados) e as publicações nas redes sociais (o que você publica no Facebook, Twitter, etc.).

Segmentação do público alvo.

Para criar conteúdo que ressustem com sua audiência, você precisa saber quem são. Isso significa ir além da informação demográfica e conhecer suas necessidades, desejos e comportamentos.

Por exemplo: se você estiver dirigindo a mães que têm filhos entre 2 e 5 anos, mas não sabe nada sobre os desafios específicos que este grupo enfrenta (por exemplo, encontrar tempo para elas mesmas), então qualquer conteúdo criado para elas provavelmente fracassará porque não aborda esses desafios diretamente.

Desenvolver uma estratégia eficaz para chegar às audiências alvo com mensagens relevantes requer segmentar os clientes em grupos segundo os interesses ou necessidades compartilhadas para que os especialistas em marketing possam adaptar as mensagens em conformidade.

As emoções negativas são inúteis?

Embora seja verdade que as emoções negativas podem ser prejudiciais para a experiência do cliente, nem sempre são ruins para os negócios. Por exemplo, um estudo de pesquisadores da Universidade de Warwick no Reino Unido descobriu que os clientes que se sentiram irritados ou frustrados eram mais propensos a serem leais do que aqueles que vivenciaram emoções positivas. O mesmo acontece com a tristeza; embora possa não querer comprar algo de imediato (ou nunca), há muitas formas em que a tristeza pode impulsionar as vendas: pensa em como se sentem tristes as pessoas quando veem anúncios com animais necessitados de adoção ou crianças que sofrem doenças.

Um estudo realizado pela Harvard Business Review concluiu que as empresas com fortes ligações emocionais com os clientes tinham um melhor desempenho do que aquelas que não as tinham, e outro relatório concluiu que as empresas que procuram crescer deveriam concentrar-se em melhorar a sua inteligência emocional em vez de se concentrarem apenas no seu resultado financeiro.

Conclusão

O marketing digital é uma ferramenta poderosa que pode ajudá-lo a se conectar com sua audiência. A chave é saber como usá-lo de maneira efetiva para que possa chegar às pessoas mais importantes para seu negócio. As emoções são uma parte essencial deste processo porque nos permitem conectar entre nós em um nível mais profundo do que os fatos e os números. Ao compreender o que faz com que as pessoas sintam certas emoções, podemos criar conteúdo que ressustem com eles nos momentos em que mais precisam.

Deseja validar este artigo?

Ao validar, você está certificando que a informação publicada está correta, nos ajudando a combater a desinformação.

Validado por 0 usuários
tomas hidalgo vargas

Tomas Hidalgo Vargas

Sou Tomás Hidalgo Vargas, nascido no Chile e apaixonado pelo mundo do marketing digital. Desde pequeno, sempre senti uma grande curiosidade pela tecnologia e como esta podia ser usada para fazer crescer negócios.
Finalmente, decidi que era hora de começar meu próprio negócio. Assim nasceu Zynzy, minha própria agência de marketing digital, com a visão de oferecer soluções inovadoras e eficazes aos meus clientes.
Minha paixão pela aprendizagem não se limita apenas ao marketing digital. Estou constantemente a ler notícias e a informar-me sobre todo o ecossistema web3, que certamente é e será o que mudará o mundo.

Visualizações: 2

Comentários